Acusado de homicídio em Realeza é condenado a 10 anos de prisão
        
Publicada em: 16/05/2017 - 22:55

O salão de júri do Fórum da Comarca de Realeza recebeu nesta terça-feira (16) o julgamento do acusado de homicídio contra Lindomar Padilha, ocorrido em novembro de 2014.

Eram réus; o autor do homicídio Ermeson Bibiano Velozo, Jeferson Luiz Antunes de Lara, e Luciana Dias Viana, ambos suspeitos de serem cúmplices do crime.

O julgamento que durou próximo de 12 horas, foi presidido pelo juiz da Comarca, Cristiano Camargo, e na acusação o promotor do Ministério Público, Guilherme Brainer Caetano.

Atuou na defesa do réu Ermeson, o advogado constituído Lauri da Silva, e na defesa dos réus Jeferson e Luciana, os advogados nomeados; Fernando Sartori Menegat, Maicon Zauza Pinto, Gustavo Catto, e Daniel Penso.

Os sete jurados votaram pela absolvição de Jeferson e Luciana por entender que eles não tiveram participação no crime, e na condenação de Ermeson a 10 anos de prisão, inicialmente em regime fechado, ele continua a execução da pena na Penitenciária de Francisco Beltrão, onde está preso há cerca de dois anos.

O crime aconteceu no dia 8 de novembro de 2014, um sábado. Quando o músico Lindomar Padilha, 24 anos, foi vítima de homicídio no banheiro da sua residência na Avenida Getúlio Vargas, no Bairro São José, em Realeza.

Na porta do banheiro foram localizados três furos de tiros, além de 12 cápsulas de calibre nove milímetros de uma arma de fogo. No corpo do jovem foram encontradas oito perfurações.

A investigação da Polícia Civil na época, apontou como suspeito do crime Ermeson Bibiano Velozo. E o casal Jeferson Luiz Antunes de Lara e Luciana Dias Viana, como cúmplices, pois pegaram carona com o suspeito no veículo utilizado para ir até a casa de Lindomar. Ambos chegaram a ser presos em flagrante na época e depois liberados. Ermeson ficou foragido até o dia 26 de junho de 2015, quando foi detido na comunidade de Conciolândia, em Pérola do Oeste.

O crime pode ter sido motivado por ciúmes, Lindomar havia saído com a ex-esposa de Ermeson. No dia do homicídio ela estava na casa do músico, após participarem de um baile no município.

ImagemImagem
Mais notícias
No ar


Locutor: Gentil Menegazzi
Programa: Show da Manhã
Horário: 06h30 às 09h30
PEDIR MÚSICA
ENVIAR

Promoção

Promoção


WhatsApp

WhatsApp

Facebook



Anúncio

Anúncio

Rádio Clube AM 1030 kHz
Rua Mauá, 2518, Centro - Realeza/PR
(46) 3543-1030
Desenvolvido por:
Goutnix - Agência Digital.