Suspeito de homicídio contra segurança em Realeza utilizava documento de outra pessoa
        
Publicada em: 25/09/2017 - 10:55

O suspeito de matar o segurança Emerson Fernandes de Oliveira, 40 anos, na madrugada de sábado (23), utilizava documento de outra pessoa.

Inicialmente o homem foi identificado como Amancio de Lima, que também foi baleado na mesma ocorrência. Após confirmado seu falecimento no Hospital Regional em Francisco Beltrão, familiares procuraram o Instituto Médico Legal (IML) e confirmaram sua verdadeira identidade, trata-se de Luiz Henrique Granella de Almeida, 22 anos.

Segundo a Polícia Civil, Luiz Henrique era procurado pela justiça, suspeito de ser autor de outro homicídio. Também foi confirmado que ele matou Emerson Fernandes de Oliveira no sábado. A polícia ainda não confirmou quem atirou contra Luiz, mas acredita que uma terceira pessoa participou da ação. Outra informação confirmada é mais de 50 disparos de pistola foram efetuados durante a confusão.

Relembre o caso

Os dois homens morreram alvejados por disparos de arma de fogo ocorrido no trevo de acesso a Realeza, no entroncamento da rodovia PR 182 com o prolongamento da Avenida Rubem Cesar Caselani, na madrugada deste sábado (23).

A Polícia Militar de Realeza foi acionada por volta das 3h30, chegando ao local duas pessoas estavam caídas no chão. Uma das vítimas, Emerson Fernandes de Oliveira, 40 anos, era segurança num evento próximo ao trevo, já estava em óbito.

O outro ferido, identificado inicialmente como Amancio de Lima, estava sendo atendido pela equipe do SAMU. Ele foi encaminhado ao Pronto Atendimento Municipal de Realeza, e transferido ao Hospital Regional de Francisco Beltrão, onde não resistiu aos ferimentos e faleceu.

Policiais militares isolaram o local e informaram a Polícia Civil, acionando a Polícia Criminalística para a perícia e Instituto Médico Legal (IML) de Francisco Beltrão para fazer a remoção do corpo.

Segundo informações coletadas pela polícia, ambas as vítimas se envolveram em uma discussão antes do crime. Na troca de tiros, cerca de 50 disparos de pistola calibre 380 foram efetuados, pelo menos três carros foram atingidos, sendo que um dos veículos ainda foi depredado com pedradas. Até então não havia informações concretas de quem foram os autores dos disparos.

Apesar da grande aglomeração de pessoas, poucas informações foram repassadas aos policiais. A Polícia Civil investiga e coleta de informações para solucionar o caso.

Mais notícias
No ar


Locutor: Gentil Menegazzi
Programa: Show da Manhã
Horário: 07h00 às 09h00
PEDIR MÚSICA
ENVIAR

Promoção

Promoção


WhatsApp

WhatsApp

Facebook



Anúncio

Anúncio

Rádio Clube AM 1030 kHz
Rua Mauá, 2518, Centro - Realeza/PR
(46) 3543-1030
Desenvolvido por:
Goutnix - Agência Digital.