Ampére recebe nova base do Samu

quinta-feira, 15 de outubro de 2020 | Sudoeste

Nova base do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu 192) – Sudoeste do Paraná será implantada em Ampére. A previsão de inauguração da sede é para a próxima segunda-feira (19).

 

O Consórcio Intermunicipal da Rede de Urgências do Sudoeste do Paraná (Ciruspar) recebe em média 5 mil chamadas por mês, essas chamadas geram cerca de 1.500 atendimentos com ambulâncias.

 

A estrutura do Consórcio possui 350 funcionários, funciona 24 horas por dia, e atende aos 42 municípios do Sudoeste, e, com a nova unidade, passará a contar com 12 bases descentralizadas, sendo quatro avançadas e oito básicas.

 

A nova equipe de Ampére contará com 12 profissionais – seis condutores socorristas e seis técnicos de enfermagem.

 

Treinamentos

Entre o período de 25 de setembro à 11 de outubro, foi realizado treinamento teórico e prático para esses funcionários, na cidade de Pato Branco.

 

Segundo André Ribeiro Morrone, coordenador médico do Núcleo de Educação Itinerante (NEI) do Ciruspar, durante o curso foi reforçada a questão da biossegurança como prioridade nesse momento de pandemia. “Foram abordados os pontos relevantes quanto aos cuidados dos socorristas, uso de Equipamentos de Proteção Individual (EPI) e estratégias nos atendimentos de casos suspeitos ou confirmados de covid-19”, comenta Morrone.

 

Além da questão da biossegurança, foram debatidos os temas de atendimentos pertinentes ao serviço de Atendimento Pré-Hospitalar (APH), — pacientes vítimas de acidentes, casos clínicos, parto, psiquiátrico e pediátrico.

 

Por que em Ampére?

A cidade de Ampére foi escolhida para essa nova base levando em consideração o parâmetro de tempo-resposta, a partir das necessidades detectadas na região.

 

Ficou configurado o desenho regional da rede com a preocupação em considerar os critérios de concentração e dispersão dos diversos pontos de atenção dentro do território sanitário. E ainda combinar de um lado economia de escala, escassez relativa de recursos e a qualidade dos serviços, e de outro, o acesso a esses serviços já existentes na região.



Fonte: DIÁRIO DO SUDOESTE | FOTO: DIVULGAÇÃO / SAMU

Leia também

desenvolvido por goutnix.com.br