Aporte de recursos municipais deverá facilitar acesso ao crédito, em Realeza

terça-feira, 15 de setembro de 2020 | Realeza

O Município de Realeza aportou R$ 100 mil reais na Sociedade Garantidora de Crédito do Sudoeste do Paraná (GarantiSudoeste). O dinheiro foi depositado em conta específica no dia 2 de setembro, seguindo a Lei Municipal nº 1.885, de 14 de julho de 2020, aprovada pela Câmara Municipal, e que institui o fundo garantidor, a fim de facilitar o acesso de micro e pequenas empresas ao crédito.

 

Com o aporte, os empresários de micro e pequenas empresas de Realeza, após avaliação e aprovação do cadastro, terão 80% do valor garantido via carta de aval da GarantiSudoeste junto às instituições financeiras – as cooperativas de crédito Sicoob, Sicredi e Cresol são conveniadas – para financiamentos de até R$ 60 mil. O valor aportado possibilitará até R$ 1 milhão em cartas de crédito para microempreendedores individuais (MEIs) e micro e pequenas empresas.

 

Fernando Luis Frank, presidente da GarantiSudoeste, ressalta que a parceria permitirá que os empresários de Realeza possam pleitear financiamentos. “O fundo de aval dá o suporte àquelas que não têm bens em garantia, tanto para obter recursos para investimentos quanto para pagar o 13º salário, por exemplo. Poderá auxiliar também as empresas impactadas pela pandemia”, frisa Frank.

 

As cartas de aval reduzem o risco junto às instituições financeiras, o que leva à diminuição de taxas. Em Chopinzinho, primeiro município a aportar recursos na GarantiSudoeste, em julho de 2019, 50 empresas obtiveram financiamentos com apoio da SGC, somando R$ R$ 1.235.800,00, com valor de garantia de R$ 957.890,00.

 

Fábio Balen, sócio de empresa de hortifrúti de Chopinzinho, foi um dos beneficiados com o fundo de aval. O empreendimento, fundado em 2013 e que atua no atacado há quatro anos, necessitava adquirir um segundo caminhão, para as entregas.

 

“Conseguimos diminuir a taxa de juros pela metade em uma cooperativa de crédito, por termos a carta de aval da GarantiSudoeste. E não foi preciso dar o bem como garantia. Na nossa prática, mais que dobraram as vendas, aliando o incremento na logística com o reforço no setor comercial”, relata.

 

Saudade do Iguaçu é o outro município sudoestino a firmar parceria com a GarantiSudoeste. No final de 2019, houve aporte de R$ 1 milhão. Dezesseis empresas já conseguiram recursos com aval da GarantiSudoeste, somando R$ 798.000,00.

 

“Em Realeza, Chopinzinho e Saudade do Iguaçu, houve entendimento entre os Poderes Executivos e Legislativos, para encaminhar as parcerias, e a sociedade saiu ganhando. Estamos abertos a conversas com outras Administrações Municipais”, avisa Fernando Luis Frank, presidente da GarantiSudoeste.



Fonte: Antônio Menegatti / SEBRAE PR

Leia também

desenvolvido por goutnix.com.br