Assaltante morto em Nova Prata era morador de Realeza

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2019 | Policial

Gilmar Licheski Alves de Oliveira, 33 anos, vulgo Cabelo, o assaltante morto durante latrocínio registrado na noite de terça-feira (26) na propriedade de Luiz Lubavi, na comunidade Vila Salete, em Nova Prata do Iguaçu, era morador de Realeza.

O assaltante junto com outros quatro suspeitos invadiram a residência e renderam os moradores, foram levadas duas caminhonetes, Amarok e uma Hilux. Durante a ação o proprietário atirou contra Gilmar, que morreu na área da casa, o agricultor também foi morto.

Os veículos foram recuperados pela polícia na comunidade São Pedro do Florido, em Santo Antonio do Sudoeste. Após troca de tiros os suspeitos fugiram para uma área de mata, onde os policiais estão realizando buscas.

Gilmar tinha passagens pela polícia por homicídio, receptação, embriagues ao volante, e posse ilegal de arma de fogo, acessório ou munição. A família já está no Instituto Médico Legal (IML) de Francisco Beltrão para liberação do corpo para ato fúnebre. Ele residia na Linha Gruta em Realeza.



Fonte: Rádio Clube - Fotos: Rogério Clérice e Facebook

Leia também

desenvolvido por goutnix.com.br