Empresário é morto em meio a perseguição e troca de tiros em Francisco Beltrão

quinta-feira, 26 de março de 2020 | Geral

Um empresário foi morto com um tiro na cabeça no final da tarde de ontem, quarta-feira (25), enquanto dirigia o carro no trevo da PR-566, em Francisco Beltrão, no sudoeste do Paraná. De acordo com a Polícia Militar (PM), a tragédia aconteceu após um carro furar o bloqueio sanitário, estabelecido para conter o coronavírus, e entrar em confronto com policiais da Polícia Ambiental que dava apoio na ocorrência.

 

 

A vítima estava com o filho, de apenas 4 anos, no momento da troca de tiros entre suspeitos e policiais. Um dos disparos acabou atingindo a cabeça do empresário. Equipes do Corpo de Bombeiros prestaram atendimento, porém, o homem não resistiu e morreu no local.

 

Carro fura bloqueio sanitário do coronavírus e causa morte

Entre as medidas para conter a disseminação do novo coronavírus, foi realizado um bloqueio na PR-180, próximo ao CRE. Entretanto, um veículo Corolla furou a barreira dos policiais e iniciou fuga. Uma motocicleta da Rocam perseguiu o suspeito e no trevo da PR-566, próximo a saída para Itapejara do Oeste, uma viatura da Polícia Ambiental copiou a ocorrência e encontrou o carro foragido de frente.

 

Então o motorista do Corolla jogou o veículo contra os policiais que revidaram com disparos. Neste momento, uma Pajero trafegava pela rotatória e foi atingida pelo carro dos suspeitos. Durante a troca de tiros, o empresário que estava com o filho, foi baleado na cabeça.

 

Dentro do Corolla estavam seis pessoas, entre elas um foi baleado. Após todos serem rendidos – 4 homens e 2 mulheres – quatro foram encaminhados para hospitais com ferimentos e dois levados para a delegacia. Segundo a PM, dois dos suspeitos utilizavam tornozeleira eletrônica.

 

Veja, no vídeo, a explicação do Aspirante Vieira, que comandou a ocorrência.

 

 

 



Fonte: INFO e FOTO 01: DERLI VIANA | FOTO 02: PORTAL TRI / JORNAL DE BELTRÃO

Leia também

desenvolvido por goutnix.com.br