Encontro online destaca o Paraná como produtor de alimentos

quinta-feira, 03 de setembro de 2020 | Agricultura

A conjuntura e o bom momento do setor foram temas de debate online realizado nesta quarta-feira (02) pelas secretarias estaduais do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo e da Agricultura e do Abastecimento, Sistema Faep/Senar e Ocepar. O encontro teve a participação do especialista em agronegócio, Alexandre Mendonça de Barros.

 

O presidente do Sistema Faep/Senar-PR, Ágide Meneguette, destacou a importância da infraestrutura paranaense para o desenvolvimento do agronegócio. “Mesmo durante a pandemia, o Porto de Paranaguá conseguiu manter as operações, batendo recordes de embarques de soja e outros produtos. Foi montada uma estrutura de guerra para que o porto pudesse agilizar as exportações e estamos batendo recordes”, disse.

 

Ele lembrou que o Paraná deve conquistar, em maio de 2021, o reconhecimento internacional de área livre de febre aftosa sem vacinação, o que ajudará a abrir novos mercados, criando novas oportunidades ao setor agropecuário.

 

O secretário estadual de Desenvolvimento Sustentável e do Turismo, Márcio Nunes, ressaltou que a articulação entre as áreas do Governo do Paraná e o setor produtivo é importante para agilizar procedimentos e criar condições para que o Paraná continue em rota de crescimento.

 

“O Estado somos todos nós, no mesmo caminho, puxando a corda para o mesmo lado para que possamos evoluir, usando o que temos de mais moderno, com agricultura e meio ambiente caminhando juntos”, disse. “Buscamos sempre a eficiência com sustentabilidade”, completou o secretário.

 

Nunes ressaltou, ainda, que a palestra sobre o cenário econômico e agrícola do Paraná faz parte de um projeto para nortear o produtor rural. Nessa linha, estão sendo programadas outras duas lives neste mês sobre previsão e tendências climáticas e sobre seguro agrícola.

 

“Para acompanhar a demanda do mundo por alimentos, foi criado o Programa Descomplica Rural e estamos finalizando o Descomplica da Energia Sustentável, com o objetivo de produzir uma energia que tenha menor ou zero emissão de carbono na atmosfera”, destacou.



Fonte: Agência Estadual de Notícias

Leia também

desenvolvido por goutnix.com.br