Exército realiza Operação Ágata em Santa Catarina e no Paraná

terça-feira, 06 de outubro de 2020 | Policial

No dia 3 de outubro, as Forças Armadas em ação conjunta com OSP (Órgãos de Segurança Pública) e de OF (Órgãos de Fiscalização) deram início à Operação ÁGATA, com a intensificação de ações de patrulhamento e controle de rodovias, na faixa de fronteira Oeste do Estado do Paraná e de Santa Catarina. 

 

Esta operação está sendo coordenada pela 14ª Brigada de Infantaria Motorizada e operacionalizada pelo 62º Batalhão de Infantaria e pelo 14º Regimento da Cavalaria Mecanizado, em coordenação com os diversos OSP e OF federais e estaduais, com a finalidade de coibir delitos transfronteiriços (descaminho, contrabando e tráfico) e ambientais.

 

Cerca de 400 militares do Exército Brasileiro estão envolvidos em ações preventivas e repressivas pontuais, tais como postos de bloqueio e controle de estradas (em vias urbanas e rurais) e postos de controle. As revistas de pessoas, veículos e embarcações serão constantes, além da fiscalização da restrição de trânsito de veículos e de pessoas nas fronteiras, bem como a observância das medidas de restrições sanitárias impostas pela recente pandemia.

 

A faixa de fronteira é legalmente definida como a região interna de 150 Km de largura paralela à linha divisória terrestre do território nacional. As ações estão ocorrendo na região sudoeste do Paraná, a partir do município de Capanema, até o município de Itapiranga, divisa com o Estado do Rio Grande do Sul.

 

Esta Operação está inserida no Programa de Proteção Integrada de Fronteiras, que tem como prioridades o fortalecimento da prevenção das medidas de controle, da fiscalização e da repressão aos ilícitos transfronteiriços e ambientais, fortalecendo a presença do Estado na região.



Fonte: PORTAL TRI COM ASSESSORIA | Foto: 14º RCMec

Leia também

desenvolvido por goutnix.com.br