Novo sistema de ARTs do Crea-PR e uso de drones nas Engenharias foram temas de palestras, em Realeza

sexta-feira, 26 de julho de 2019 | Realeza

A Regional Pato Branco do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Paraná (Crea-PR) continua o trabalho de divulgação do novo sistema de Anotações de Responsabilidade Técnica (ARTs) a profissionais, empresas, cartórios de registros de imóveis, bancos e à comunidade do sudoeste do Estado. A mais recente apresentação aconteceu no II Ciclo de Palestras de Atualização Profissional, promovido pela Associação de Engenheiros da Fronteira do Iguaçu (Assefi) nos dias 18 e 19 de julho, em Realeza.

O evento, que teve como objetivos aproximar os profissionais que atuam no setor e debater questões importantes relacionadas às Engenharias e Geociências, também teve apresentações sobre o funcionamento da Caixa de Assistência dos Profissionais do Crea (Mútua-PR), a utilização de drones nas Engenharias, e palestra com representantes de Cascavel da Caixa Econômica Federal sobre as normativas e procedimentos relacionados ao financiamento habitacional.

O gerente da Regional Pato Branco do Crea-PR, Engenheiro Civil Diogo Colella, apresentou o novo sistema de ARTs do Conselho, que entra em vigor a partir de 12 de agosto.

“Entre as novidades do sistema temos a atualização do software, que será mais ágil, amigável e também adaptado ao uso em dispositivos móveis (smartphones e tablets). Também haverá a adoção de uma Tabela de Obras e Serviços (TOS), definida pelo Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confea) e que promove padronização nacional”, antecipa Diogo.

“A apresentação do novo sistema de ARTs em Realeza fez parte de uma programação específica da Regional Pato Branco do Crea-PR sobre o tema. Além da Inspetoria de Realeza, a divulgação já vem acontecendo ao longo dos últimos dois meses nas Inspetorias de Pato Branco, Palmas e Francisco Beltrão, sempre contando com o apoio das Entidades de Classe de Engenheiros e de Agrônomos locais”, contextualiza o gerente da Regional Pato Branco do Conselho. As informações sobre o novo sistema e vídeos tutoriais já estão disponíveis em art.crea-pr.org.br.

Outro tema de interesse na palestra foi a utilização de drones nas modalidades de Engenharia e também nas Geociências. A palestra foi ministrada pelo Engenheiro Eletrônico Aislan Gomide Foina, que mora atualmente em São Francisco no estado da Califórnia (EUA) e tem doutorado em sistemas eletrônicos. Sócio de Aislan em uma empresa (registrada no Crea-PR) que realiza serviços técnicos com drones, o Engenheiro Civil Fernando Shimata Ghiraldi, de Realeza, destaca o impacto que os Veículos Aéreos Não Tripulados (Vants) já estão provocando em muitas áreas das Engenharias e Geociências.

“Todas as áreas têm aplicação. Os serviços que antes eram feitos com aeronaves tripuladas, agora são feitos com drones, o que reduz custos”, explica Fernando, que vem de uma família de Engenheiros e considera a utilização dos Vants uma mudança de paradigma.

“Drones e outros equipamentos serão conteúdos fundamentais na formação dos futuros profissionais de Engenharia. Eles permitem chegar a locais de difícil acesso, preservando vidas, como em inspeções prediais e de pontes e viadutos”, acrescenta Fernando.

O Engenheiro Civil detalha que os drones podem levar câmeras, sensores térmicos, multiespectrais ou a laser e ser utilizados também na agricultura, pecuária e em muitas outras áreas.


Na foto: Diogo Colella (gerente da Regional Pato Branco do Crea-PR), José Ghiraldi (presidente da Assefi), Fernando Shimata Ghiraldi (sócio da Geo-X) e Julio Russi (diretor geral da Mútua-PR) durante o II Ciclo de Palestras.



Fonte: Assessoria CREA-PR

Leia também

desenvolvido por goutnix.com.br