Plataforma do governo permite que consumidores renegociem dívidas de telefonia e internet

sexta-feira, 27 de novembro de 2020 | Geral

Acessando consumidor.gov.br, usuários podem renegociar dívidas de telefonia e internet de forma online.

 

Durante a 7ª Semana Nacional de Educação Financeira iniciada em 23 de novembro de 2020, o Governo Federal anunciou que consumidores que possuem dívidas com operadoras de telecomunicações poderão solicitar renegociação online através do portal Consumidor.gov.br.

 

Segundo a Secretaria Nacional de Defesa do Consumidor (Senacon), além de poder renegociar com empresas como Claro Fibra, Vivo, TIM Internet, Oi Fibra[1] , SKY e outras do setor de telecomunicações, os consumidores também poderão solicitar o serviço para dívidas de água, energia, transporte aéreo e comércio eletrônico, desde que as empresas estejam cadastradas na plataforma Consumidor.gov.br, de acordo com a secretaria, os pedidos podem ser feitos até o dia 29 de novembro de 2020.

 

Para fazer a solicitação basta acessar o portal consumidor.gov.br e realizar o cadastro, em seguida deverá indicar a empresa e preencher a solicitação de renegociação ou parcelamento. Para que fique tudo certo, é preciso selecionar no campo “Problema” a opção “Renegociação/Parcelamento de Dívida” e descrever no campo “Descrição da Reclamação” os débitos que deseja renegociar. Depois disso, a operadora terá até 10 dias para entrar em contato.

 

O diretor do Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor, Pedro Aurélio da Silva, avalia que “a Senacon entende que, em virtude do coronavírus, esse tem sido um momento difícil para muitos brasileiros e a estratégia de renegociação de dívidas poderá se constituir como uma iniciativa muito importante para a redução do endividamento do consumidor brasileiro”. Fique atento pois, caso seja necessário, é possível anexar documentos, tirar dúvidas ou complementar a reclamação durante todo esse período.



Fonte: PP NEWS | FOTO: ilustrativa/Lidiane Mallmann

Leia também

desenvolvido por goutnix.com.br