Polícia Civil de Capanema indicia suspeita por furto de celular em cooperativa de crédito

quarta-feira, 15 de janeiro de 2020 | Policial

A Polícia Civil de Capanema indiciou por furto e corrupção de menores suspeita de se apropriar de celular esquecido em caixa porta-objetos de cooperativa de crédito.

 

A vítima, ao adentrar no estabelecimento, esqueceu seu aparelho celular na caixa porta-objetos do banco. Instantes após a investigada entra na agência, juntamente com um menor de idade. Verificando que o objeto se encontrava no local, manda o menor pegá-lo, momento em que esconde o celular entre os seus pertentes. Instantes depois a vítima retorna e tenta reaver seu bem, não o encontrando no local.

 

Após o registro da ocorrência foi solicitado a Cooperativa que enviasse as imagens para a polícia civil. Com análise destas foi possível chegar a autoria do fato delituoso, recuperar o bem furtado e restituí-lo à vítima.

 

“Importante destacar que o ditado popular “achado não é roubado não é verdadeiro”, quem localizar coisa e não devolver ao proprietário poderá responder pelo crime furto ou de apropriação de coisa achada, a depender da circunstância do caso concreto”, destacou o Delegado Rodrigo Colombelli titular da 59a DRP de Capanema.

 

O inquérito policial foi concluído e enviado ao Ministério Público local. A investigada responderá em liberdade, pois não estava em flagrante delito.

 



Fonte: POLÍCIA CIVIL DE CAPANEMA

Leia também

desenvolvido por goutnix.com.br