Polícia Militar e fiscalizações das prefeituras irão reforçar ações de combate a Covid-19 durante o feriado

quarta-feira, 02 de junho de 2021 | Sudoeste

Diante da escalada de novos casos e óbitos por covid-19, nos últimos dias, no Sudoeste, o Comitê de Crise em Saúde da Associação dos Municípios do Sudoeste do Paraná (Amsop) informa que as ações integradas entre Polícia Militar e equipes de fiscalização das Prefeituras serão reforçadas durante o feriado desta quinta-feira, 03/06, e no próximo fim de semana, para que o decreto estadual 7.716/2021 seja cumprido.

 

“Desde quando decidimos pela instalação do Comitê de Crise, há 15 dias, esse próximo feriado já nos preocupava com relação a aglomerações e encontros familiares. As pessoas precisam compreender que, em razão desse cenário de guerra contra o vírus, é preciso se cuidar mais e, consequentemente, aumentar a fiscalização”, afirmou o coordenador do Comitê de Crise, Elói Schlikmann.

 

O Comitê avaliou como muito positivo o trabalho integrado entre a Polícia Militar e as equipes de fiscalização dos municípios no último fim de semana (28 a 30/05). Nos municípios de abrangência do 3º Batalhão da Polícia Militar de Pato Branco, foram 210 pessoas abordadas, 118 veículos revistados, 01 ação de dispersão de aglomeração em uma festa clandestina e 14 ocorrências por descumprimento ao decreto estadual de combate à pandemia, como desrespeito ao toque de recolher e a não utilização de máscaras. Além de 69 testes de bafômetro. Já o 21º Batalhão da Polícia Militar de Francisco Beltrão reportou 1.406 pessoas abordadas, 661 veículos revistados, 07 ações de dispersão de aglomeração e 140 testes de bafômetro.

 

“Em muitos municípios do Sudoeste, o cenário atual é pior do que aquele momento mais delicado que vivemos no mês de março. Temos quase 70 pessoas da nossa região na fila de espera por um leito, outras 1.500 pessoas já perderam a vida para esse vírus. Então, a Amsop e o Comitê de Crise, juntamente com as Prefeituras e a Polícia Militar, estão mobilizados de todas as formas para frear esse cenário de catástrofe”, declarou o presidente da Amsop e prefeito de Bom Sucesso do Sul, Nilson Feversani.



Fonte: Assessoria AMSOP

Leia também

desenvolvido por goutnix.com.br