TCE-PR suspende licitações de Santa Izabel do Oeste para pavimentação de ruas

sexta-feira, 09 de outubro de 2020 | Sudoeste

O Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR) suspendeu, por meio de medida cautelar, os editais de tomada de preços n° 19/2020 e n° 21/2020, lançados pela Prefeitura de Santa Izabel do Oeste. As licitações objetivam a contratação de empresa especializada na prestação de serviços de pavimentação asfáltica em vias do município.

 

O ato foi provocado por Representação da Lei n° 8.666/1993 (Lei de Licitações e Contratos) interposta por Jessika Luft. A peticionária alegou que os instrumentos convocatórios dos certames infringiram a legislação ao prever que a visita técnica aos locais das obras somente poderia ser feita em um determinado dia e horário, bem como por responsável técnico com comprovação de vínculo empregatício com a empresa interessada na disputa.

 

O relator do processo, conselheiro Durval Amaral, deu razão à representante. Segundo ele, a realização concomitante de todas as visitas técnicas seria contrária, em tese, aos princípios da moralidade e da probidade administrativa, pois "possibilitaria o prévio conhecimento do universo de licitantes, o que eventualmente poderia resultar em conluio e fraude à licitação".

 

Além disso, o relator destacou que, aparentemente, não há amparo legal para a exigência de que a referida vistoria seja realizada apenas pelo responsável técnico de cada licitante. O artigo 30, inciso III, da Lei de Licitações estabelece somente que seja permitido às interessadas tomarem "conhecimento de todas as informações e das condições locais para o cumprimento das obrigações que são objeto da licitação", não importando a pessoa designada pela empresa para desempenhar tal tarefa.

 

O despacho, de 1° de outubro, foi homologado na sessão do Tribunal Pleno do TCE-PR da última quarta-feira (7). Com a suspensão, foi aberto prazo de 15 dias para apresentação de defesa por parte dos representantes do Município de Santa Izabel do Oeste. Os efeitos da medida perduram até que o Tribunal decida sobre o mérito do processo.



Fonte: Assessoria TCE-PR / Foto: Divulgação

Leia também

desenvolvido por goutnix.com.br